Gestão Integrada da Rede Viária Estruturante

m5 artigo

icon-AI-areasÁREA DE INTERVENÇÃO

Proteção Civil

icon-AI-projPROJETO

Médio Tejo – Gestão Integrada da Rede Viária Estruturante

icon-AI-enquadENQUADRAMENTO

O projeto enquadra-se no âmbito do Aviso de Concurso do Programa Operacional Regional do Centro 2020 n.º CENTRO-50-2016-02, para concretização da prioridade de investimento 2.3. - “Reforço das aplicações TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação) na administração pública”, contratualizada no “Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial da CIM Médio Tejo”, com a definição de dois projetos e respetivas ações de investimento - “Médio Tejo Online 2020 e Médio Tejo – Desenvolvimento Territorial Estratégico”.

Os projetos contratualizados encontram-se enquadrados nas tipologias de operações: “Promoção de uma administração em rede e Cooperação e articulação entre serviços em rede e serviços TIC”.

A operação candidata concorre para a prossecução do seguinte objetivo e prioridade, nos termos previstos no artigo 82.º do RECI: “Reduzir os custos de contexto através do reforço da disponibilidade e fomento da utilização de serviços em rede da Administração Pública e melhorar a sua eficiência”.

O projeto Gestão integrada da rede viária estruturante tem enquadramento do projeto Médio Tejo – Desenvolvimento Territorial Estratégico.

icon-AI-acoesOBJETIVOS GLOBAIS & ESPECÍFICOS

O projeto pretende implementar a gestão intermunicipal partilhada das infraestruturas rodoviárias como mecanismo de otimização do custo e eficácia das intervenções, promovendo o desenvolvimento de sistemas de monitorização contínua do estado de conservação e apoio à gestão das intervenções de manutenção da rede viária estruturante que interligue os principais polos da Região do Médio da competência/gestão municipal. Para a sua implementação existe a necessidade de introduzir novos mecanismos de recolha, tratamento, integração e monitorização face à especificidade da informação. 

icon-AI-acoesAÇÕES

- Inventariação da rede estruturante, a qual envolve a definição da rede estruturante e a criação de base de dados dos troços estruturados para o efeito;

- Levantamento em campo por métodos automatizados da rede rodoviária estruturante para efeitos de Diagnóstico do seu estado de conservação para os municípios do Médio Tejo. Esta ação engloba as seguintes fases: Inspeção/levantamento automatizado em campo da totalidade da rede estruturante; Análise dos resultados das inspeções e vistoria dos troços identificados; Elaboração de relatório de diagnóstico, por município.

- Propostas de atuação, a qual integra a identificação dos cenários de atuação, o desenvolvimento dos cenários identificados e a estimativa orçamental para as intervenções propostas.

icon-AI-munCONCELHOS ABRANGIDOS

Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha

OUTRAS ENTIDADES ABRANGIDAS

CIMT

icon-AI-timeDURAÇÃO

2016 - 2018

icon-AI-docDOCUMENTAÇÃO

- Aviso de Concurso do Programa Operacional Regional do Centro 2020 n.º CENTRO-50-2016-02

- Pacto para o Desenvolvimento e Coesão Territorial da CIM Médio Tejo

icon-AI-finFINANCIAMENTO

FEDER 85%

logo-Turismo

Logo-SIG

Logo-CC

Logo-TP