Educação

Um sistema educativo dinâmico e eficiente constitui um importante indicador de sustentabilidade regional na medida em que potencia nas populações a descoberta de vocações, a aquisição de competências e a disseminação de valores sociais e democráticos. A formação de cidadãos cultos, proativos, íntegros, solidários, instruídos e criativos, no presente, moldará a afirmação e competitividade do Médio Tejo no futuro.

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo tem conjugado esforços com parceiros estratégicos da região em ações de modernização tecnológica dos equipamentos e infraestruturas escolares, fomentando práticas educativas inovadoras que transformem as vivências do Médio Tejo em sinónimo de experiências pessoais e profissionais fundamentadas na igualdade de oportunidades, nomeadamente no direito à educação e no acesso à informação.


Projetos em desenvolvimento

PEDIME

icon-AI-areasÁREA DE INTERVENÇÃO

Planeamento estratégico da Educação a três níveis: agrupamento de escolas, municípios e comunidade intermunicipal, assentando no princípio da mobilização dos parceiros para a prossecução de objetivos comuns e de partilha planeada de recursos.

icon-AI-projPROJETO

PEDIME – Plano Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação no Médio Tejo

icon-AI-enquadENQUADRAMENTO

O diagnóstico sobre a realidade educativa do Médio Tejo permite identificar algumas tendências que prefiguram ameaças à coesão territorial e à perda de potenciais vantagens competitivas regionais para o seu desenvolvimento económico, social e cultural:

-      Elevado risco de recessão demográfica decorrente da quebra da natalidade e do deficit de oportunidades na transição da escola para a vida ativa: quebra de 3% (2001-2011) na população residente, em 13 municípios apenas 4 viram a sua população aumentar; 12 em 13 municípios apresentam um índice de envelhecimento superior à média nacional; dois terços da população apresentam um perfil de classes baixa e média baixa; 50% da população não completou o 1º ciclo de escolaridade.

-      Tendência consolidada de quebra da população escolar e da produção de qualificações médias e superiores.

-      Subaproveitamento da infraestrutura educacional por má afetação dos recursos (físicos e humanos) ao novo quadro demográfico.

-      Ineficiência dos processos educativos em algumas unidades escolares, expressa por elevadas taxas de insucesso escolar numa parte significativa dos agrupamentos de escolas.

-      Acentuadas desigualdades nas dinâmicas escolares entre os concelhos da CIM Médio Tejo, quer no que diz respeito às taxas de escolarização quer nos resultados escolares.

-      Débil articulação entre o sistema regional de ensino e as oportunidades de inserção na vida activa.

É neste contexto que surge a necessidade de construir um instrumento de coordenação e planeamento intermunicipal capaz de potenciar as redes colaborativas de escolas e municípios visando a partilha de recursos e a convergência de acções orientadas para a superação das limitações e/ou problemas educativos comuns (acesso à formação contínua, configuração da rede escolar, programas de redução do insucesso e abandono escolar, desadequação da oferta formativa, etc.).

Pretende-se, através deste plano, encontrar soluções partilhadas e colaborativas na afetação de recursos para os próximos 5 anos, de forma a potenciar o sucesso escolar e, assim, aumentar a eficiência dos processos educativos, nomeadamente na concretização da escolaridade obrigatória de 12 anos.

icon-AI-objOBJETIVOS - GLOBAIS & ESPECÍFICOS

Mais do que um instrumento de gestão ou de controlo o PEDIME MÉDIO TEJO pretende constituir-se como plataforma potenciadora das ações a desenvolver pelas escolas / agrupamentos de escolas, pelos Municípios e pela própria Comunidade Intermunicipal, visando a prossecução dos seguintes objetivos:

1. Redução do insucesso e da retenção escolares concretizando o princípio da equidade educativa pelo desenvolvimento de ações de apoio às crianças e jovens com dificuldades de aprendizagem;

2. Redução do abandono escolar precoce pelo acesso a vias diferenciadas de educação e formação e pela adequação dos perfis de formação às oportunidades de inserção no mercado de trabalho;

3. Promoção do sucesso escolar pela generalização de estratégias que qualifiquem as aprendizagens e valorizem os resultados;

4. Promoção da cultura científica, das artes e das competências metacognitivas (desenvolvimento de maneiras de pensar os problemas) desde o pré-escolar até ao ensino secundário.

5. Diversificação e coordenação das ofertas profissionalizantes de forma a adequa-las às oportunidades e necessidades do mercado de trabalho

icon-AI-acoesAÇÕES

Após a apresentação dos Planos de Ação Estratégica pelas escolas ao Ministério da Educação, foram os mesmos objeto de análise conjunta e de compatibilização com o PEDIME Médio Tejo, através de reuniões envolvendo os responsáveis pelos agrupamentos e respetivos municípios.

Foi assim possível coordenar iniciativas e propostas afetando a cada nível de intervenção as propostas e conciliando as competências escolares, municipais e intermunicipais, bem como a sua sustentação no diagnóstico preliminar.

Para esta primeira fase de desenvolvimento do PEDIME Médio Tejo, as atividades previstas assentas nas seguintes linhas de intervenção:

M1 - Planeamento Estratégico Multinível

M2 - Medidas de intervenção precoce, redução do abandono escolar e promoção do sucesso educativo

M3 – Experimenta + Ciência (programa intermunicipal de promoção da cultura científica)

M4 – Antecipação das necessidades de qualificação e concertação da oferta formativa

M5 – CDIEd – Conselho Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação e RCE – Rede Colaborativa de Escolas do Médio Tejo

icon-AI-munCONCELHOS ABRANGIDOS

Os 13 concelhos do Médio Tejo: Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha

icon-AI-timeDURAÇÃO

2017-2019

icon-AI-docDOCUMENTAÇÃO

n/a

icon-AI-finFINANCIAMENTO

Centro 2020

 

 

PEDIME - Atividades

 

Promoção do Sucesso Escolar no Médio Tejo - A Correção de Problemas de Acuidade Visual e Auditiva - Relatório Ano Letivo 2016/2017

 

Acesso restrito a ópticas aderentes ao Projeto

 

PVE

PVE Orientações

Linhas identificadoras para a construção de um guião PVE

Guião_VE_em branco

Identificação_Espaços_Guiões_1 ao 45

PVE-Articulação - Curricular - Áreas Disciplinares - por guião - do 1 ao 45

Guião 1 - FA Abrantes

Guião 2 CCC-OA-Alcanena

Guião 3 - CCVC - JHC - Constância

Guião 4 - MNF - Entroncamento

Guião 5 - TP - Ferreira do Zêzere

Guião 6 - MAPHSVT - PAO

Guião 7 - MNPD - TN - Ourém

Guião 8 - AE - Sardoal

Guião 9 - Pontes - Sertã

Guião 10 - Aqueduto - Tomar

Guião 11 - Renova - Torres Novas

Guião 12 - CG - Vila de Rei

Guião 13 - CA - VN Barquinha

Guião 14 - CB - Misto

Guião 15 - AX - Misto

Guião 16 - MMDF - Abrantes

Guião 17 - CTIC - Alcanena

Guião 18 - BT - PSM - Constância

Guião 19 - ESER - Entroncamento

Guião 20 - IAZO - Ferreira do Zêzere

Guião 21 - CR - Mação

Guião 22 - CO - BM - Ourém

Guião 23 - RGV - Sardoal

Guião 24 - IC - Sertã

Guião 25 - MNFM - CISA - Tomar

Guião 26 - MCR - VC - Torres Novas

Guião 27 - MFR - MM - Vila de Rei

Guião 28 - CEM - VN Barquinha

Guião 29 - RN2000 - Vários

Guião 30 - MRG - NAC - PEA - AL - T - VN Barquinha

Guião 31 -Abrantes - Central do Pego

Guião 32 - Alcanena - Carsico

Guião 33 - MRAM - FLUV - Constância

Guião 34 - Entroncamento - BFerrov

Guião 35 - Ferreira do Zêzere - Pelourinhos

Guião 36 - Mação - PF - ABB

Guião 37 - Ourém - MMO

G38 - Sardoal - CArt_Moinhos-2019

Guião 39 - Sertã - Vila

Guião 40 - Tomar - COMLEV NMCH

Guião 41 - Boquilobo - Torres Novas

Guião 42 - Vila de Rei - ETBrac

Guião 43 - VN Barquinha - CIEC

Guião 44 - Vários - BM - MRAM

Guião 45 - Vários Lagares

 

Notícias

Prev Next

Autarcas voltam a assumir posição e pedem reunião sobre aeródromo de Tancos

Os autarcas do Médio Tejo deliberaram ontem, por unanimidade, no Conselho Intermunicipal da CIM do Médio Tejo, solicitar uma reunião, com carácter de urgência, ao Ministro das Infraestruturas e da Habitação.

17-01-2020

Está quase aí o Médio Tejo Adapta-(se)

Chama-se Médio Tejo Adapta-(se) e é o novo projeto da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo dirigido ao público escolar.

16-01-2020

“Voo, uma Exposição que cai bem” continua em mostra pelo Médio Tejo em 2020

“Voo, uma Exposição que cai bem” continua em itinerância pelo Médio Tejo em 2020.

16-01-2020

LINK – “Um transporte muito eficiente e interessante”

Foi lançado há um mês e o balanço não podia ser mais positivo. Chama-se LINK e está aí para servir todos os cidadãos que afluem às cidades do Médio Tejo. O...

09-01-2020

LINK – “Aproxima e confere a mobilidade a qualquer pessoa, reduzindo a pegada ecológica”

Parte às 8h00 do terminal rodoviário de Abrantes e regressa às 17h20 de Torres Novas novamente para Abrantes. Chama-se José Prates, é abrantino, tem 56 anos, e foi um dos...

27-12-2019

Programa ao Desenvolvimento das Bibliotecas Públicas será uma realidade

Decorreu no dia 20 de dezembro, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, a cerimónia de assinatura dos contratos relativos aos projetos do Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Serviços...

26-12-2019

Fátima é palco do Encontro de Investidores da Diáspora em 2020

Fátima, no concelho de Ourém, vai acolher de 9 a 12 de dezembro de 2020, o V Encontro de Investidores da Diáspora.

23-12-2019

“Os Caminhos das Pessoas” é o novo projeto Cultural da CIM do Médio Tejo

Chama-se “Os Caminhos das Pessoas” e será uma realidade no território do Médio Tejo a partir do próximo ano 2020.

20-12-2019

Vice-presidente da CIM do Médio Tejo presente em fórum sobre “Interior”

A EAPN Portugal (Núcleos de Castelo Branco, Portalegre e Santarém), e a ANIMAR promoveram o Fórum: Interior, Incluir para desenvolver: que estratégias? que decorreu no dia 13 de dezembro, na sala...

19-12-2019

Eventos

logo-Turismo

Logo-SIG

Logo-CC

Logo-TP