Autarcas propõem criação da primeira equipa comunitária de Saúde Mental no Médio Tejo

saúde mental

Foto ilustrativa/DR

O Conselho Intermunicipal da CIM do Médio Tejo, reunido a 6 de junho, na Biblioteca Municipal José Cardoso Pires, em Vila de Rei, tomou uma posição sobre a Saúde Mental no Médio Tejo.

Miguel Pombeiro, secretário executivo da CIM do Médio Tejo, afirma que no âmbito da Saúde Mental “chega-se à conclusão que há um conjunto de carências muito relevantes de apoio e na interligação dos agentes no território”.

Neste sentido, os presidentes analisaram o dossiê sobre as carências e os problemas ligados à Saúde Mental no Médio Tejo e decidiram formalizar junto do Sra. Ministra da Saúde, Marta Temido, que seja tomada a decisão formal, de acordo com a proposta técnica existente, a criação da primeira equipa comunitária de Saúde Mental no Médio Tejo.

Para além da criação da primeira equipa comunitária, são um conjunto de medidas que a CIM do Médio Tejo propõe, nomeadamente: a criação de uma Residência de Apoio Máximo para proporcionar a continuidade dos cuidados em saúde mental de forma digna, para diminuir o número de reinternamentos e o agravamento da doença, mantendo os doentes junto da sua comunidade. Como também, que se crie uma Rede da Saúde Mental do Médio Tejo - Rede SAME MT para a conveniente e eficiente articulação intermunicipal de todos os intervenientes desta temática na região.

Não menos importante, e tendo em conta o trabalho que o CHMT e o ACES do Médio Tejo vêm desenvolvendo, será igualmente importante considerar uma Residência Autónoma de Saúde Mental e as Unidades Sócio Ocupacionais para dar a adequada continuidade aos cuidados em saúde mental, nomeadamente a determinados doentes sem suporte familiar ou social, cujo número é significativo no Médio Tejo.

No conjunto de propostas elencadas pelos diversos parceiros há uma serie de fatores a ter em conta na detenção da doença. Em concreto: definir uma maior proximidade entre os diversos serviços de saúde e as instituições de apoio à saúde mental; Criar protocolos com a Comunidade Escolar do Médio Tejo;Criar Equipas Especializadas de Sinalização; Acompanhamento e Impulsionar a constituição de uma Rede alargada de Saúde Mental e reforçar os recursos humanos, nomeadamente o número de médicos pedopsiquiatras e psicólogos.

No apoio à doença, foi manifestado como necessário: Criar uma equipa multidisciplinar disponível e com competência nesta área para apoio aos cuidadores;Implementar o “Gabinete de Apoio Psicossocial” ; Definir coordenadores e/ou gestores de casos/equipa entre os Hospitais e os Cuidados de Saúde Primários;Criar uma Unidade de Cuidados Continuados Integrados de Saúde Mental; Disponibilizar recursos humanos em ambulatório (psicólogos e enfermeiros);Criar “Fórum Sócio Ocupacional” e Criar Equipas de Apoio Domiciliário.

Já no acompanhamento e pós tratamento da doença, para a CIM do Médio Tejo é crucial criar um plano de acompanhamento da pessoa doente e da família; Viabilizar respostas no âmbito psicossocial e reintegração; Criar Equipas Especializadas para Acompanhamento Pós Tratamento; Criar um Lar Residencial para doentes com doença mental; Definir estratégias para o financiamento para a construção ou adaptação de estruturas para o desenvolvimento de Residências Autónomas e de Treino de Autonomia e Promover ações de informação e sensibilização sobre saúde mental junto da população.

Recorde-se que a região do Médio Tejo apenas dispõe de Serviços de Apoio à Saúde Mental no âmbito do Centro Hospitalar do Médio Tejo - Serviço de Psiquiatria, e do Agrupamento de Centros de Saúde Médio Tejo - ACES do Médio Tejo. 

Notícias

Prev Next

Espaços M disponíveis a prestar apoio às Vítimas de Violência Doméstica e de Género

O Médio Tejo dispõe de treze estruturas de apoio e atendimento, às Vítimas de Violência Doméstica e de Género, chamadas “Espaços M”, em cada um dos municípios da região.

03-04-2020

Autarcas do Médio Tejo desaconselham o recurso aos testes rápidos do COVID-19

Os autarcas do Médio Tejo, reunidos hoje, por videoconferência, mostram a sua preocupação quanto aos Testes Rápidos, no âmbito da pandemia COVID-19, que está presente no país.

02-04-2020

Lançámos a MEIO!

No início deste ano, começámos a escrever a nossa história. Chamámos-lhe MEIO – revista da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e tivemos o objetivo de a fazer chegar junto de...

31-03-2020

COVID-19 – Se é vítima de violência doméstica peça Ajuda

A violência doméstica é um crime público, é responsabilidade de cada um nós poder denunciá-la. “A violência contra as mulheres e a violência doméstica são das formas mais gravosas de discriminação...

30-03-2020

Orientações da Direção Geral da Saúde

  Cumpra todas as orientações decorrentes da DGS – Direção Geral da Saúde, adotando medidas e recomendações, que levem a uma menor propagação do vírus: Leia aqui as indicações da DGS

27-03-2020

Autarcas do Médio Tejo apelam a uma maior capacidade para realização de testes no âmbito do COVID-19

O Conselho Intermunicipal da CIM do Médio Tejo voltou a reunir extraordinariamente por videoconferência ontem, dia 24 de março, para reanalisar e fazer um ponto de situação sobre a Pandemia...

25-03-2020

Ação de formação de “Turismo Inclusivo: Oportunidades e Desafios” termina na CIM do Médio Tejo

  No passado dia 10 de março, a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, acolheu a terceira sessão da ação de formação de “Turismo Inclusivo: Oportunidades e Desafios”. Esta terceira sessão fechou um...

24-03-2020

Desinfeção de locais públicos vão começar no Médio Tejo

O Conselho Intermunicipal do Médio Tejo, reunido por vídeo conferência na passada sexta-feira, dia 20 de março, analisou e centrou a sessão de trabalho na Pandemia - COVID 19, que...

23-03-2020

Médio Tejo: Processo de migração da rede TDT suspenso

Informa a ANACOM – Autoridade Nacional de Comunicações na sua página oficial na internet que o processo de migração da rede de TDT está suspenso devido aos constrangimentos associados ao...

23-03-2020

Eventos

logo-Turismo

Logo-SIG

Logo-CC

Logo-TP