Vila de Rei

Comunidade Intermunicipal apresenta Médio Tejo Adapta -(se) às Escolas

Borboleta-02

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo apresentou no dia 30 de janeiro, na sua sede em Tomar, o projeto Médio Tejo Adapta -(se) às escolas do nosso território.

Os docentes e diretores dos Agrupamentos do Médio Tejo ficaram a conhecer o propósito do projeto e as diversas ações que o mesmo compreende.

No arranque da sessão, Miguel Pombeiro, secretário executivo da CIM do Médio Tejo, afirmou que a temática das Alterações Climáticas é uma preocupação da CIM “e tem assumido bastante relevância no nosso território”, dando como exemplo a ocorrência da Depressão Elsa, no passado mês de dezembro, que causou prejuízos no Médio Tejo na ordem dos 7 ME.

O responsável evidenciou que a CIM do Médio Tejo tem estado “desde 2017 a trabalhar esta questão através do Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas do Médio Tejo (PIAAC- MT), que está a ser aplicado em todo o território com ações concretas.

Deste plano, resultam intervenções “muito vastas” nomeadamente, direcionadas para a área da comunicação, divulgação e sensibilização. Neste sentido, explicou o secretário executivo que a CIM do Médio Tejo candidatou ao PO SEUR uma candidatura diretamente ligada a estas áreas. Com a candidatura aprovada, chega o momento de começar a trabalhar com as escolas.

Na sessão de ontem, a CIM do Médio Tejo comunicou que vai distribuir diversos materiais de comunicação e sensibilização sobre as Alterações Climáticas (newsletter, brochuras, livros, folhetos, e/ou outro tipo de material), e ainda uma aplicação/jogo educacional e interativo relacionado com a problemática. Todos os produtos criados e executados no âmbito desta ação serão também disponibilizados em formato digital, num site que ficará brevemente disponível.

A CIM do Médio Tejo vai garantir a distribuição gratuita dos materiais para cumprir os objetivos propostos, que é de fazer chegar a mensagem e o alerta ao maior número possível de alunos, em concreto do 1º, 2º, 3º ciclos e secundário.

Neste projeto, pretende-se também a realização de uma exposição temporária (rotativa) a ser realizadas em escolas, de modo a serem expostas temáticas relacionadas com as Alterações Climáticas, sobretudo recorrendo a exemplos onde seja visível o seu impacto.

Para além destas iniciativas, está ainda prevista a realização de um concurso de ideias, caminhadas temáticas, palestras ou workshops, entre outras ações de sensibilização.

Esclarecidas as questões dos docentes e diretores presentes, definiu-se um plano de trabalho que vai arrancar, brevemente, no território, tendo como objetivo despertar e levar às escolas este tema, que se reveste de grande importância.

O Médio Tejo Adapta-(se) enquadra-se na candidatura ao aviso PO SEUR - 08-2017-20 “Ações imateriais - Produção de informação e conhecimento (cartografia) e ações de comunicação e sensibilização sobre riscos associados às alterações climáticas”, eixo prioritário 2 “Promover a adaptação às alterações climáticas e a prevenção e gestão de riscos”.

Este projeto compreende um investimento total de cerca de 375.150,00€ e 281.362,50€ de fundo de coesão.

(Na foto principal - a mascote do projeto)

 

 

 

 

Eventos

logo-Turismo

Logo-SIG

Logo-CC

Logo-TP