Exposição – “Florestas para o Futuro" a partir de 22 de fevereiro

cartaz expo geral - Cópia

A tragédia dos incêndios de 2017 foi o mote para esta exposição intermunicipal. Continuando presente na memória de todos aquela catástrofe, a região do Médio Tejo pretende sensibilizar a população sobre as “Florestas do Futuro”, invocando também aquele flagelo para evitar que o mesmo caia no esquecimento e que as suas lições não sejam ignoradas. Deste modo, está prevista para o dia de hoje, 22 de fevereiro, a abertura simultânea da exposição “Florestas do Futuro”, que decorrerá em paralelo nas 13 bibliotecas municipais da região do Médio Tejo.

Os municípios de Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila Nova da Barquinha e Vila de Rei, com o envolvimento do Grupo de Trabalho das Bibliotecas Municipais do Médio Tejo justificam-na com o argumento de que este é “um assunto que nos diz respeito a todos”:

- mesmo que não tenhamos terrenos para limpar!

- mesmo que vivamos em meio urbano e longe dos fogos florestais!

Porque se uma comunidade é um conjunto de iguais na diferença, não o seremos se não formos solidários”.

Nesta exposição pretende-se dar voz às preocupações quotidianas das comunidades”, “sistematizar e disponibilizar toda a informação publicada na imprensa sobre a problemática dos incêndios” e “contribuir para o intercâmbio dessa informação e para a construção de conhecimento sobre o assunto”. É ainda objetivo “fomentar uma reflexão abrangente sobre o tema dos incêndios florestais, contribuindo para a formação da consciência crítica dos cidadãos e das comunidades”, “sensibilizar as populações para a necessidade de assumirem a prevenção como tarefa de todos” e “contribuir para a persecução dos «Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável» da ONU”.

A realização desta exposição nas bibliotecas segue um propósito definido, pois como refere a organização “uma biblioteca é um espelho da sociedade e simultaneamente o seu repositório de memória e, nesse sentido, o testemunho das suas ações e o reflexo da sua consciência. Tem o dever de informar, de educar ao longo da vida, de formar a consciência crítica dos cidadãos, através da informação que, nos termos do Manifesto da UNESCO para as Bibliotecas Públicas, «lhes permita exercer os seus direitos democráticos e ter um papel ativo na sociedade»”.

A realização desta exposição está integrada na “Ação de Divulgação e Comunicação – Médio Tejo – Plano Intermunicipal de Adaptação às Alterações Climáticas - Florestas para o Futuro” que prevê o apoio do POSEUR através do Fundo de Coesão.

A abertura desta exposição em simultâneo nas bibliotecas dos treze municípios que constituem a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo “amplia em muito os possíveis impactos junto das populações e dos média e volta a chamar a atenção para o problema, numa altura em que seria suposto ser um assunto fora da agenda. Constitui também um exemplo de cooperação intermunicipal e de solidariedade na diferença, pois embora com territórios desigualmente suscetíveis aos incêndios florestais, todos pertencem a uma mesma comunidade”.

A escolha do mês de fevereiro para esta mostra não foi inocente, isto porque “o que aconteceu ultrapassou a escala do que é pontual e episódico, exigindo uma dimensão intemporal assente em causas estruturais e porque uma das intenções é exatamente contrariar a tendência de só se falar dos incêndios quando o país está a arder e fingir que tudo está bem quando é inverno”.

Oportunamente será divulgada a data da Apresentação Pública desta exposição.

As Exposições, em todos os municípios, têm início a 22 de fevereiro e encerram nas datas a seguir indicadas:

Abrantes: 30 de março, Biblioteca Municipal

Alcanena: 29 de março, Biblioteca Municipal

Constância: 30 de março, na antiga Cadeia

Entroncamento: 28 fevereiro, na Galeria Municipal

Ferreira de Zêzere: 30 de março, Biblioteca Municipal

Mação: 30 de março, Galeria do Centro Cultural Elvino Pereira

Ourém: 30 de abril, Biblioteca Municipal

Sardoal: 22 de março, Centro Cultural Gil Vicente

Sertã: 16 de março, Biblioteca Municipal

Tomar: 22 de março, Biblioteca Municipal

Torres Novas: 09 de março, Biblioteca Municipal

Vila Nova da Barquinha: 22 março, Biblioteca Municipal

Vila de Rei: 29 de março Biblioteca Municipal

Projeto apoiado por fundos da União Europeia.

Convidamos desde já todos a visitarem!

Notícias

Prev Next

Caminhos da Água no Médio Tejo em julho

  Segundo ciclo do Caminhos – Programação Cultural em Rede tem lugar em julho, com os Caminhos da Água em 7 municípios do Médio Tejo (Abrantes, Alcanena, Constância, Ferreira do Zêzere...

24-06-2019

PEDIME: Jogos Tracionais são motivo de aprendizagem constante para os alunos do Médio Tejo

O convívio, a aprendizagem e a motivação são apenas algumas das características que norteiam, todas as segundas-feiras à tarde, as turmas de primeiro ciclo da Escola Básica e Secundária Luís...

21-06-2019

Castelo de Board em Aldeia do Mato este fim de semana

Até 30 de setembro a Albufeira de Castelo do Bode volta a ir a banhos, com atividades náuticas gratuitas para todas as idades.

19-06-2019

Descentralização de Competências da Educação é tema de reunião entre Secretários de Estado e Autarcas

No âmbito da Descentralização de Competências na área da Educação, a Secretária de Estado Ajunta e da Educação, Alexandra Leitão, e o Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel...

18-06-2019

PEDIME: Exposição interativa sobre o Voo vai percorrer o Médio Tejo

Uma exposição itinerante e interativa sobre o Voo vai percorrer o Médio Tejo a partir do mês de julho, tendo o seu arranque no concelho de Constância. Assim, durante este mês...

14-06-2019

CIM do Médio Tejo prepara Portugal 2030 revisitando a estratégia da programação comunitária 2014-2020

O Conselho Intermunicipal do Médio Tejo, reunido a 6 de junho, propôs a Revisitação da Estratégia de Desenvolvimento Territorial da região do Médio Tejo para o período de programação comunitária...

14-06-2019

Autarcas propõem criação da primeira equipa comunitária de Saúde Mental no Médio Tejo

Foto ilustrativa/DR   O Conselho Intermunicipal da CIM do Médio Tejo, reunido a 6 de junho, na Biblioteca Municipal José Cardoso Pires, em Vila de Rei, tomou uma posição sobre a Saúde...

13-06-2019

Transporte a Pedido chega a Vila de Rei e inicia vertente intermunicipal

O concelho de Vila de Rei vai ter Transporte a Pedido, com três circuitos intermunicipais. A proposta para a implementação do serviço foi aprovada no último Conselho Intermunicipal da CIM...

12-06-2019

Empresários estrangeiros conhecem CIM do Médio Tejo

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo acolheu na sua sede, em Tomar, no dia 12 de junho, um conjunto de empresários e investidores estrangeiros, que ficaram a conhecer o trabalho...

12-06-2019

Eventos

Est-2020

sig

Vive o Empreendedorismo

central-compras

transporte-a-pedido