Sapadores da CIM do Médio Tejo fecham o ano com balanço positivo

  • Imprimir

 WhatsApp Image 2021-09-20 at 10.04.09 TorresNovas

Entre janeiro e novembro de 2021 as duas brigadas operacionais de Sapadores da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, com cinco elementos cada, realizaram um trabalho intensivo de silvicultura preventiva em praticamente todo o território da nossa região.

Os trabalhos de silvicultura de 2021 resultaram na seguinte atuação:

Concelho

Ponto de Situação

Ourém (Agroal)

Parcela fechada

Ourém (Fátima)

Parcela fechada

Ourém (Mata Municipal)

Parcela fechada

Ferreira do Zêzere

Parcela fechada

Sardoal

Parcela fechada

Abrantes

Parcela fechada

Vila de Rei

Parcela fechada

Constância

Parcela fechada

VN da Barquinha

Parcela fechada

Mação

Parcela fechada

Torres Novas

Parcela fechada

Alcanena

Em curso

Tomar

Em curso

No total destes meses, foram intervencionados 170,4 hectares (ha).

Para além da continuidade dos trabalhos nas parcelas em curso nos concelhos de Tomar, numa área de 10,7ha e em Alcanena numa área global de 12,5ha, vão-se iniciar trabalhos no município de Torres Novas, numa nova área.

Para além dos trabalhos de silvicultura, foram ainda realizadas formações num total de 15 dias.

Recorde-se que a CIM do Médio Tejo dispõe de duas brigadas operacionais de Sapadores Florestais, que atuam sobre a nossa região exercendo atividades de silvicultura e defesa da floresta, nomeadamente: gestão de combustível florestal, manutenção e proteção de povoamentos florestais, vigilância armada, primeira intervenção em incêndios florestais, apoio a operações de rescaldo, vigilância ativa pós-rescaldo e sensibilização.

Estas Brigadas de Sapadores são apoiadas através do FundFlorestal Permanente.

IMG-20211212-WA0002Tomar

Tomar

IMG-20211212-WA0006 alcanena

Alcanena