CIM do Médio Tejo recebe apresentação do projeto PISA para as Escolas

 MG 5747 edit

No passado dia 21 de junho, teve lugar na Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo a apresentação do projeto “PISA for Schools” (PISA para as Escolas) pelo professor Gonçalo Xufre, atualmente a exercer funções na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

Aos vereadores do Médio Tejo e elementos da CIM do Médio Tejo presentes, começou por explicitar o que distingue o PISA e o PISA para as Escolas. O primeiro “mostra o desempenho de um país”. O segundo “mostra o desempenho de uma Escola”.

Num segundo momento, a 8 de julho, “o PISA para as Escolas” foi dado a conhecer no Conselho Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação.

 MG 6043 edit

Os diretores dos Agrupamentos de Escolas do Médio Tejo e os representantes dos Munícipios (na foto) ficaram favoráveis a analisar o programa até ao início de setembro, tendo ficado em aberto a possibilidade de integrar a execução do PISA no Eixo 1 – Planeamento Estratégico Multinível do Plano Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação no Médio Tejo (PEDIME).

O PISA tem como objetivo essencial avaliar a forma como os alunos de 15 anos aplicam as competências que têm a Matemática, Leitura e Ciências face a problemas que os colocam perante situações de contexto real.

Desde o ano de 2000 que de 3 em 3 anos o PISA é aplicado ao nível dos países. Tendo começado com a participação de 43 países, na edição de 2018 participaram 79 países e estão neste momento previstos 85 países para a análise que vai ocorrer em 2021. Portugal participa desde a primeira edição e o seu desempenho caracteriza-se por uma constante melhoria tendo alcançado em 2015 um desempenho superior à média da OCDE.

Já o PISA para as Escolas foi aplicado, desde 2012, em mais de 2200 escolas de 10 países. Os itens de avaliação têm a mesma estrutura dos itens do PISA global e fornecem resultados na mesma escala do PISA permitindo comparabilidade com o desempenho do país de origem e todos os outros países participantes no PISA para as Escolas.

O PISA para as Escolas é “um projeto de capacitação das escolas que procura a melhoria dos resultados de aprendizagem dos alunos e do seu bem-estar, através da capacitação dos professores, líderes escolares e coordenadores nacionais ou regionais. Suporta-se num benchmarking internacional baseado numa escala comum fornecida pelo Programa PISA da OCDE”.

Com base na aplicação do teste aos alunos que têm 15 anos (aqueles que se encontram à saída do 9.º ano / à entrada do 10.º ano), pretende-se medir as competências chave necessárias numa sociedade global do século XXI, incluindo a aprendizagem profunda e não apenas a memorização de factos, o pensamento crítico e a capacidade de trabalhar o conhecimento adquirido, dominando a leitura, matemática e ciências para a resolução de problemas reais / do quotidiano.

São ainda recolhidas informações extremamente valiosas sobre o contexto socioeconómico dos alunos bem como sobre as atitudes em relação à aprendizagem e a sua relação com o ambiente escolar, explicou Gonçalo Xufre. Sobre os questionários aplicados por via digital, também às Escolas, é efetuado o tratamento de dados e fornecido relatório por cada Unidade Orgânica.

Assim, numa 1ª fase, referiu Gonçalo Xufre, “o PISA para as Escolas nos Municípios tem como objetivo operacional analisar o desempenho dos alunos nas áreas da Matemática, Leitura e Ciências, cruzar esse desempenho com o contexto sócio económico dos alunos e das suas atitudes perante a aprendizagem, para o posterior desenvolvimento de atividades de aprendizagem colaborativa e consequente capacitação para a melhoria contínua dos resultados de aprendizagem dos alunos nos respetivos Municípios”.

A Rede de Escolas do Médio Tejo, numa lógica de comunidade aprendente, terá oportunidade de desenvolver ações de melhoria fundamentadas no benchmarking, partilha de práticas e trabalho colaborativo entre os Agrupamentos de Escolas, tendo em vista a promoção do sucesso educativo e a qualidade das aprendizagens dos alunos.

Mais informações em www.oecd.org/pisa/pisa-for-schools/

 

Notícias

Prev Next

CIM do Médio Tejo volta à Bolsa de Turismo de Lisboa

Apostada em promover turisticamente o seu território, a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo volta a marcar presença naquela que é considerada a maior Feira de Turismo em Portugal, a Bolsa...

24-01-2020

Aprovado Plano de Economia Circular para o Médio Tejo

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo volta a colocar o tema da Economia Circular na ordem do dia e dar passos importantes neste âmbito. No passado dia 16 de janeiro...

23-01-2020

Autarcas voltam a assumir posição e pedem reunião sobre aeródromo de Tancos

Os autarcas do Médio Tejo deliberaram ontem, por unanimidade, no Conselho Intermunicipal da CIM do Médio Tejo, solicitar uma reunião, com carácter de urgência, ao Ministro das Infraestruturas e da Habitação.

17-01-2020

Está quase aí o Médio Tejo Adapta-(se)

Chama-se Médio Tejo Adapta-(se) e é o novo projeto da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo dirigido ao público escolar.

16-01-2020

“Voo, uma Exposição que cai bem” continua em mostra pelo Médio Tejo em 2020

“Voo, uma Exposição que cai bem” continua em itinerância pelo Médio Tejo em 2020.

16-01-2020

LINK – “Um transporte muito eficiente e interessante”

Foi lançado há um mês e o balanço não podia ser mais positivo. Chama-se LINK e está aí para servir todos os cidadãos que afluem às cidades do Médio Tejo. O...

09-01-2020

LINK – “Aproxima e confere a mobilidade a qualquer pessoa, reduzindo a pegada ecológica”

Parte às 8h00 do terminal rodoviário de Abrantes e regressa às 17h20 de Torres Novas novamente para Abrantes. Chama-se José Prates, é abrantino, tem 56 anos, e foi um dos...

27-12-2019

Programa ao Desenvolvimento das Bibliotecas Públicas será uma realidade

Decorreu no dia 20 de dezembro, no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, a cerimónia de assinatura dos contratos relativos aos projetos do Programa de Apoio ao Desenvolvimento de Serviços...

26-12-2019

Fátima é palco do Encontro de Investidores da Diáspora em 2020

Fátima, no concelho de Ourém, vai acolher de 9 a 12 de dezembro de 2020, o V Encontro de Investidores da Diáspora.

23-12-2019

Eventos

logo-Turismo

Logo-SIG

Logo-CC

Logo-TP