Boas práticas em matéria de adaptação às alterações climáticas, projeto apoiado por fundos da União Europeia – Conclusão da operação

VNB LojaCidadao3

Foram concluídas as ações previstas integradas na candidatura da operação “Médio Tejo – Projetos de boas práticas em matéria de adaptação às alterações climáticas”, apoiado por fundos da União Europeia. Esta candidatura foi submetida ao Aviso do POSEUR 08-2019-11 do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), Portugal 2020, cofinanciado pelo Fundo de Coesão.

Considera a CIM do Médio Tejo que as alterações climáticas, são um tema cada vez mais atual. O conhecimento sobre as mesmas cada vez é maior, também fruto do impacto que as mesmas apresentam no ambiente que nos rodeia. Assim, torna-se indispensável pensar, planear e atuar tendo por base os desafios que a alterações climáticas vieram trazer, e definir estratégias mais ou menos inovadoras para superar esses desafios.

Esta candidatura e as suas ações visavam a implementação de medidas de adaptação às alterações climáticas; a execução de ações inovadoras, tanto em relação à gestão eficiente dos recursos como em contrariar o efeito “da ilha de calor” que possam ser disseminadas para outros territórios com necessidades idênticas, assim como os seus objetivos; adquisição de know-how em ações inovadoras para promover a sua disseminação; melhorar o conhecimento sobre as alterações climáticas na medida; promover novos projetos de demonstração em adaptação às alterações climáticas e promover a resiliência dos territórios com suporte nas medidas a implementar.

As execuções destas ações apresentam um conjunto de benefícios quantitativos, que se prendem com a diminuição dos custos reais com a rega em espaços públicos; a implementação de sistemas inteligentes e mais eficientes; a melhoria das condições térmicas para moradores, visitantes comerciantes/expositores, nos locais alvo de intervenção, etc.

As ações em questão e que foram implementadas, no âmbito desta candidatura foram:

- “Cor E Aroma” – Ligação pedonal Quinchosos / Jardim do Castelo de Abrantes que se focou no ordenamento de um espaço público que se encontrava sem utilização, numa zona bem dentro do centro histórico, na encosta do Castelo de Abrantes, junto à Escola Básica dos Quinchosos.

- Fornecimento de velas tensadas nas ruas do centro histórico de Abrantes, que permite o sombreamento das vias, contrariar o efeito de ilha de calor e aumentar o conforto térmico dos transeuntes.

- Sombreamento na zona das tasquinhas do parque de Feiras de Vila de Rei que permite o sombreamento do espaço, contrariar o efeito de ilha de calor e aumentar o conforto térmico dos visitantes.

- Sombreamento da área de serviço de Auto caravanismo (Vila de Rei) que permite o sombreamento do local, contrariar o efeito de ilha de calor e aumentar o conforto térmico dos utilizadores

- Impermeabilização de charca do Bosque da Vila (Vila de Rei) permitindo mais facilmente manter a sua capacidade mesmo em altura mais secas. Trata-se de um local, cheio de potencial turístico, desportivo e de lazer.

- Sombreamento Terminal Intermodal de Vila de Rei que permite o sombreamento do espaço, contrariar o efeito de ilha de calor e aumentar o conforto térmico dos passageiros.

- Instalação de sombreamento na UCS de Ourém que permite o sombreamento do exterior, contrariar o efeito de ilha de calor e aumentar o conforto térmico dos utentes.

- Implementação de sistema de rega inteligente nos espaços verdes envolventes ao Complexo Desportivo Municipal de Tomar que permite a diminuição dos custos reais com a rega em espaços públicos e a implementação de sistemas inteligentes e mais eficientes em termos hídricos.

- Substituição da utilização de água para consumo na rega de espaços urbanos através da captação de águas subterrâneas (Tomar) que permite a diminuição dos custos reais com a rega em espaços públicos assim como a gestão mais eficiente em termos hídricos.

- Instalação de equipamentos de sombreamento em paragens de transporte público previu o fornecimento, transporte e montagem de equipamentos de sombreamento (abrigos) em paragens nos Municípios de Abrantes, Constância, Mação, Sardoal, Sertã e Vila Nova da Barquinha. O objetivo desta ação especifica, passou por dotar locais de paragem que não dispunham de abrigo, com equipamentos de sombreamento, e assim contrariar o efeito de ilha de calor e aumentar o conforto dos utentes, na sua maioria população idosa, mais suscetível dos efeitos do calor.

Após a concretização dos projetos, em cada município, serão integradas equipas que irão garantir a manutenção e gestão das estruturas existentes, assegurando um bom funcionamento e acompanhamento após a implementação das ações, promovendo a maximização dos resultados previstos criando condições para que estas ações e os seus resultados perdurem no tempo.

As entidades beneficiárias afetas na candidatura, que compreende um investimento total de cerca de 542.886,91 € e 520.149,45 € de fundo de coesão, são os Municípios de Abrantes, Ourém, Tomar, Vila de Rei e a CIM do Médio Tejo.

Notícias

Prev Next

Deteção e Combate à Vespa Velutina, projeto apoiado por fundos da União Europeia

  A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, procedeu recentemente à adjudicação do procedimento de aquisição de serviços para o extermínio/destruição de ninhos de vespa velutina e para a colocação, manutenção e...

26-07-2022

Boas práticas em matéria de adaptação às alterações climáticas, projeto apoiado por fundos da União Europeia – Conclusão da operação

Foram concluídas as ações previstas integradas na candidatura da operação “Médio Tejo – Projetos de boas práticas em matéria de adaptação às alterações climáticas”, apoiado por fundos da União Europeia...

26-07-2022

CIM do Médio Tejo aposta no aprofundamento e na intensificação de dinâmicas de inovação para reforçar um modelo territorial mais equilibrado

Decorreu na NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, no passado dia 21 de julho, a assinatura do Protocolo de Cooperação para a Constituição da Parceria do CR Inove...

22-07-2022

Caminhos da Água continuam a refrescar o Médio Tejo de 15 a 17 de julho

Os Caminhos da Água estão de regresso de 07 a 24 de julho, e com eles muita oferta cultural que não vai querer perder na região do Médio Tejo. Os Caminhos...

13-07-2022

Encontros PNAID agendados para dezembro de 2022

Os Encontros do Programa Nacional de Apoio ao Investimento da Diáspora (PNAID), que em 2021 foram adiados em virtude da situação epidemiológica da COVID 19, irão realizar-se nos dias 15...

08-07-2022

Caminhos da Água regressam dia 07 julho para nos refrescar com muita cultura no Médio Tejo

  Os Caminhos da Água, o  terceiro ciclo do projeto Caminhos do Médio Tejo, regressa de 07 a 24 de julho, e trazem cultura à nossa região. Os Caminhos da Água vão...

06-07-2022

Brigadas operacionais de Sapadores Florestais já atuaram em mais de 138 ha em 2022

A CIM do Médio Tejo tem ao serviço duas brigadas operacionais de Sapadores Florestais, que atuam sobre a nossa região exercendo atividades de silvicultura e defesa da floresta.

04-07-2022

Tomada de posição conjunta - Centros Tecnológicos Especializados

Partilhamos a tomada de posição conjunta das Comunidades Intermunicipais da Região de Coimbra, Beira Baixa, Beiras e Serra da Estrela, Médio Tejo, Oeste, Região de Leiria e Viseu Dão Lafões...

30-06-2022

CIM do Médio Tejo assina protocolo de colaboração com a Universidade de Coimbra

  Foi na passada quinta-feira, dia 23 de junho que a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo assinou um protocolo de colaboração com a Universidade de Coimbra no âmbito do projeto “Living...

27-06-2022

logo-Turismo

Logo-SIG

Logo-CC

Logo-TP