Deteção e Combate à Vespa Velutina, projeto apoiado por fundos da União Europeia

 ninho vespa

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, procedeu recentemente à adjudicação do procedimento de aquisição de serviços para o extermínio/destruição de ninhos de vespa velutina e para a colocação, manutenção e monitorização de rede de armadilhas “artesanais” na região do Médio Tejo. Este procedimento enquadra-se na Candidatura Médio Tejo - Deteção e Combate à vespa velutina, aprovada a dia 30 de setembro de 2021.

Com a execução deste procedimento iniciou-se a intervenção/destruição em ninhos de vespa velutina, tendo sido reportados e intervencionados até ao momento, cerca de 70 ninhos (entre primários e secundários).

Paralelamente foi iniciada em toda a região a instalação da rede de armadilhas “artesanais”, cujo objetivo é a captura de vespas velutinas.

A candidatura, submetida ao Programa Operacional da Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos - POSEUR, com apoio do Fundo de Coesão, tem como principal objetivo diminuir o impacto causado pela vespa velutina nas zonas onde já se encontra instalada assim como, prevenir a disseminação da espécie para outras áreas e erradicar novos focos na região do Médio Tejo.

A execução da candidatura prevê para além das ações referidas um outro conjunto de ações (algumas já executadas) de grande importância, nomeadamente:

  •  - Aquisição de armadilhas entomológicas para reforço da rede de captura permanente, conforme bases para a vigilância ativa e colocação de apiários da região;
  •  - Instalação, manutenção e monitorização de armadilhas entomológicas, como reforço da rede de captura permanente, conforme base para a vigilância ativa;
  •  - Aquisição de equipamentos para extermínio/destruição de ninhos e respetivos EPI quer para as ações de extermínio, quer para ações de monitorização/acompanhamento dos trabalhos;
  •  - Por último, a realização de diferentes ações de divulgação/sensibilização com o objetivo de melhorar o conhecimento sobre a vespa velutina e, assim, diminuir o alarme social, promovendo boas práticas entre apicultores e a população em geral.

Conforme bases para a Vigilância Ativa do Plano de Ação para a Vigilância e Controlo da Vespa velutina em Portugal, a região do Médio Tejo encontrava-se em 2018, numa zona “tampão” da dispersão da vespa velutina. Assim, com esta candidatura, a CIM do Médio Tejo pretende diminuir o impacto negativo causado pela vespa velutina, prevenir a sua proliferação da espécie e eliminar novos focos.

A implementação desta estratégia irá promover um trabalho coordenado entre várias entidades (CIM, municípios, associações/ cooperativas de apicultores, INIAV e ICNF), permitirá a adoção de metodologias e abordagens concertadas tanto na destruição como no extermínio.

A operacionalização da candidatura também irá permitir a implementação de uma rede de proteção aos apiários e o aumento do conhecimento quer dos apicultores, quer da população em geral relativamente à vespa velutina, havendo a promoção de ações de sensibilização sobre esta problemática.

A candidatura “Deteção e Combate à vespa velutina”, é a apoiada no âmbito do POSEUR, Portugal 2020, pelo Fundo de Coesão.

O valor global de investimento é de 411.732,44 euros, sendo que Fundo de Coesão apoia a execução desta candidatura com cerca de 350.000,00 euros.

Notícias

Prev Next

CIM do Médio Tejo conhece projeto para o aeroporto privado em Santarém

Carlos Brazão, responsável do grupo Magellan 500 reuniu-se hoje, dia 29 de setembro com os autarcas do Médio Tejo, no decorrer da reunião do Conselho Intermunicipal, com o propósito de...

29-09-2022

CIM do Médio Tejo marca presença no Salão do Imobiliário e Turismo em Paris

De 23 a 25 de setembro a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo irá estar em Paris no Salão do Imobiliário e Turismo para promover as potencialidades do nosso território. A representação...

21-09-2022

CIM do Médio Tejo assinou contrato de concessão do serviço de transporte público de passageiros por 36,5M€

Decorreu no passado dia 8 de setembro, na Sertã a assinatura do contrato de concessão para o serviço público de transporte de passageiros com a Rodoviária do Tejo, que será...

09-09-2022

CIM do Médio Tejo adere à campanha de promoção nacional do uso de transporte público “O Futuro é Coletivo”

O Instituto da Mobilidade e dos Transportes encontra-se a desenvolver uma campanha de promoção do transporte público a nível nacional, tendo solicitado o apoio de todas as Comunidades Intermunicipais e...

09-09-2022

Atividade das Brigadas Operacionais de Sapadores Florestais

A CIM do Médio Tejo tem ao serviço duas brigadas operacionais de Sapadores Florestais, que atuam sobre a nossa região exercendo atividades de silvicultura e defesa da floresta. Os trabalhos de silvicultura...

02-09-2022

Deteção e Combate à Vespa Velutina, projeto apoiado por fundos da União Europeia

  A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, procedeu recentemente à adjudicação do procedimento de aquisição de serviços para o extermínio/destruição de ninhos de vespa velutina e para a colocação, manutenção e...

26-07-2022

Boas práticas em matéria de adaptação às alterações climáticas, projeto apoiado por fundos da União Europeia – Conclusão da operação

Foram concluídas as ações previstas integradas na candidatura da operação “Médio Tejo – Projetos de boas práticas em matéria de adaptação às alterações climáticas”, apoiado por fundos da União Europeia...

26-07-2022

CIM do Médio Tejo aposta no aprofundamento e na intensificação de dinâmicas de inovação para reforçar um modelo territorial mais equilibrado

Decorreu na NERSANT – Associação Empresarial da Região de Santarém, no passado dia 21 de julho, a assinatura do Protocolo de Cooperação para a Constituição da Parceria do CR Inove...

22-07-2022

Caminhos da Água continuam a refrescar o Médio Tejo de 15 a 17 de julho

Os Caminhos da Água estão de regresso de 07 a 24 de julho, e com eles muita oferta cultural que não vai querer perder na região do Médio Tejo. Os Caminhos...

13-07-2022

logo-Turismo

Logo-SIG

Logo-CC

Logo-TP