Médio Tejo: Orçamento para 2021 assente nas necessidades atuais e com olhos postos nos desafios futuros

Logo07

Com um novo ano à porta, o Conselho Intermunicipal deliberou submeter o Plano e Orçamento para 2021 da CIM do Médio Tejo à aprovação da Assembleia Intermunicipal.

O documento estratégico, que conta com um orçamento que ascende a mais de 10ME, vai ser submetido à votação da Assembleia Intermunicipal, no próximo dia 23 de novembro.

Para Anabela Freitas, presidente da CIM do Médio Tejo, “este é um orçamento realista, que tem em conta as exigências dos tempos, com a presença da pandemia Covid-19 no país, com uma noção clara das necessidades das populações da região, mas também com olhos postos nos desafios futuros”.

A CIM do Médio Tejo, enquanto entidade supramunicipal, juntamente com os seus municípios, está a assumir um papel cada vez mais preponderante na governação da região e, por isso, pretende dar continuidade a uma estratégia que preveja o desenvolvimento do Médio Tejo em várias frentes.

Áreas de intervenção em 2021

A área da Mobilidade e Transportes traz novidades no próximo ano.

Destaca-se uma nova fase de desenvolvimento do serviço de Transporte a Pedido, LINK, que passará a assegurar ligações rápidas e frequentes entre todas as sedes de concelho do Médio Tejo, abrangendo também o fim de semana.

O Transporte a Pedido será continuado e as medidas de redução tarifária com descontos na ordem dos 40% nos passes mensais dos serviços ferroviários e rodoviários, no âmbito do PART – Programa de Apoio à Redução Tarifária, serão uma realidade.

2021 ficará marcado pela implementação de um projeto que prevê dotar o Médio Tejo de um Sistema Intermunicipal de Bicicletas para uso público. E pela conclusão do processo de concurso público para a exploração do serviço de transporte de passageiros do Médio Tejo, que vai significar uma importante dimensão estratégica para o desenvolvimento do território.

LOGO LINK

 

Na área da Educação, o PEDIME - Plano Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação do Médio Tejo, irá prosseguir num novo processo de candidatura, e entre as várias ações previstas, o objetivo passa sobretudo pelo combate ao abandono escolar precoce e pela promoção do sucesso educativo.

Já no âmbito do Turismo e Cultura, a CIM do Médio Tejo prevê retomar várias ações, que não foram possíveis de concretizar devido à pandemia Covid-19, e que estão previstas no Plano de Ação para os Produtos Turísticos Integrados de Base Intermunicipal, que detém os seguintes eixos: Turismo Náutico (Castelo de Bode | Wakeboard); Turismo Religioso (Fátima | Tomar) e Turismo Cultural (Templários | Castelos do Tejo | Museu Nacional Ferroviário).

Em 2021, a CIM do Médio Tejo e os seus municípios gostariam de prosseguir com o projeto CAMINHOS, o primeiro projeto de programação cultural em rede desenvolvido ao nível intermunicipal, e com o arranque de um novo projeto intermunicipal “Os Caminhos das Pessoas”, que pressupõe o envolvimento e a participação das comunidades locais. Como também, pretende dar continuidade aos trabalhos de estruturação da Rota dos Templários no Médio Tejo.

Na área da Proteção Civil e Florestas, as brigadas de sapadores florestais, cuja titularidade foi atribuída àCIM do Médio Tejo, darão continuidade aos seus trabalhos de instalação e manutenção da rede primária de defesa da floresta contra incêndios, bem como no empenho das ações decorrentes do DECIR – Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais.

sapadores

Nesta matéria, estão previstas diversas ações, entre as quais a continuidade do Gabinete Técnico Florestal Intermunicipal, criado em 2018.

O plano e orçamento de 2021, preveem a continuidade do trabalho desenvolvido ao nível da gestão intermunicipal partilhada das infraestruturas e segurança rodoviária. Pretende-se concretização do Sistema de Informação Cadastral Simplificado, no território dos Municípios, que não dispõem de cadastro geométrico da propriedade rústica ou cadastro predial.

Tendo em conta a Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas, a CIM do Médio Tejo e os seus municípios irão continuar a promover ações de comunicação e sensibilização diversas, em matéria de riscos associados às alterações climáticas, tendo como público-alvo a população em idade escolar.  

Alinhados com a Estratégia a nível Europeu e com a Estratégia Nacional para o Hidrogénio (EN-H2), a região do Médio pretende criar uma cadeia de valore promover o uso integrado de tecnologias baseadas em células de combustível e em hidrogénio (FCH) em diferentes setores e aplicações.

Por sua vez, e já no que concerne ao combate à Violência Doméstica e Igualdade de Género (VDG), a CIM do Médio Tejo vai dar continuidade ao projeto Maria II, que tem como objetivo apoiar intervenções que visem a consolidação da rede de prevenção e combate à violência doméstica e de género. No ano de 2021, a formação de especialização de Técnico de Apoio Vítima, bem como, formações complementares, serão uma realidade.

MARIA 2

Dando grande importância à área da formação, a CIM Médio Tejo vai prosseguir com o seu Plano de Formação, que tem como objetivo contribuir para o aumento da qualificação dos recursos humanos da CIM Médio Tejo e dos seus municípios associados, promovendo o desenvolvimento pessoal e profissional dos mesmos.

De salientar que o ano de 2021 marcará o início do próximo período de programação comunitária 2021-2027, pelo que os trabalhos da definição e elaboração de uma estratégia de desenvolvimento para a Região do Médio Tejo serão continuados tendo em consideração a Estratégia da União Europeia para o próximo quadro comunitário 2021-2027 e a Estratégia Portugal 2030.

Neste sentido, é de realçar o trabalho desta CIM e dos municípios na sinalização do eixo logístico “Porta Norte” alargado e intrarregional, sendo, igualmente premente a reconversão do Aeródromo de Tancos para impulsionar o crescimento económico e a atratividade regional nas várias vertentes rodovia-ferrovia-aeronáutica.

Por último, é preciso recordar que o ano de 2020 ficará para sempre marcado pela pandemia Covid-19, cujos danos económicos e sociais continuarão a ser sentidos no ano de 2021 e nos próximos. Assim, no sentido de impulsionar a recuperação da economia portuguesa, a CIM do Médio Tejo, com os seus municípios, tem a expetativa de ser protagonista na definição de projetos no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência acordado com a União Europeia.

CIMT

 

Notícias

Prev Next

Programa de Apoio à Produção Nacional divulgado em Ferreira do Zêzere

No passado dia 23 de fevereiro, decorreu pelas 21h00, um Webinar para empresários do concelho, organizado pelo município de Ferreira do Zêzere, em colaboração com a Comunidade Intermunicipal do Médio...

26-02-2021

CIM do Médio Tejo promoveu WEBINAR dedicado ao Programa de Apoio à Produção Nacional

O Programa de Apoio à Produção Nacional, da CIM do Médio Tejo, foi no dia 24 de fevereiro, às 17h00, mote da realização de um WEBINAR aberto ao público em...

26-02-2021

Municípios do Médio Tejo terão Planos Municipais para a Igualdade e a Não Discriminação

Chama-se “Médio Tejo em Igualdade” e é o mais recente projeto de âmbito social que a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo com os seus 13 municípios vão levar a cabo...

25-02-2021

Programação Cultural em Rede suspensa, com expectativa de iniciar no próximo verão

Queremos “caminhar” em 2021. Pretendemos promover o encontro da cultura com o território e o encontro das comunidades com visitantes e artistas emergentes. É este o objetivo da CIM do...

24-02-2021

Programa de Apoio à Produção Nacional divulgado aos empresários de Sardoal

O Programa de Apoio à Produção Nacional foi tema de sessão de esclarecimento no dia 18 de fevereiro, ao final da tarde, numa ação promovida pelo CLDS 4G SER Sardoal...

22-02-2021

Abertas Inscrições para Formações Gratuitas que promovem a adaptação e a procura de Emprego

Foi estabelecida uma parceria entre a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e a empresa Significado - Consultoria, Formação e Informática, Lda, no sentido de promover a formação modular para empregados e...

19-02-2021

Médio Tejo: Programa de Apoio à Produção Nacional divulgado em WEBINAR

É já dia 24 de fevereiro, próxima quarta-feira, às 17h00, que a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo vai promover um WEBINAR sobre o Programa de Apoio à Produção Nacional a...

18-02-2021

Autarcas do Médio Tejo focados na valorização do Tejo e da sua bacia hidrográfica

Durante o decorrer deste ano, os autarcas do Médio Tejo irão lutar pela valorização do rio Tejo e da sua bacia hidrográfica, em diferentes domínios. Pretende esta CIM e os seus...

11-02-2021

CIM do Médio Tejo focada no Sistema de Informação Cadastral Simplificado

A CIM do Médio Tejo tem desenvolvido um trabalho profícuo ao nível do planeamento, ordenamento e gestão do território, para promover o desenvolvimento integrado, sustentável e a coesão territorial do...

08-02-2021

logo-Turismo

Logo-SIG

Logo-CC

Logo-TP