CIM do Médio Tejo apoia o acolhimento de 60 profissionais de saúde

Logo07

O Conselho Intermunicipal da CIM do Médio Tejo aprovou, hoje, apoiar o Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) com o acolhimento de 60 profissionais de saúde, que virão para a região prestar cuidados de saúde.

Inicialmente, o CHMT encetou este pedido aos municípios de Abrantes, Tomar e Torres Novas. Contudo, entenderam os treze autarcas realizar este apoio, que ascende a 50 mil euros, conjuntamente e através desta CIM.

Os 60 profissionais, entre os quais: médicos, enfermeiros e técnicos de diagnóstico e de terapêuticas das diferentes especialidades assistenciais, vão permanecer nas três unidades do CHMT (Abrantes, Tomar e Torres Novas) durante os próximos trinta dias.

Segundo o CHMT, estes profissionais pretendem encontrar uma resposta às necessidades dos profissionais de saúde no âmbito da presente pandemia do COVID-19 Coronavírus.

Para além dos profissionais mencionados, poderão chegar outros grupos profissionais de diversas áreas da saúde, como por exemplo da área da psicologia.

Refere o CHMT que a pertinência deste alojamento, assegurado em três unidades hoteleiras de Abrantes, Tomar e Torres Novas, reveste-se de grande importância pelos longos períodos de horários de trabalho a que estes profissionais ficarão sujeitos, não havendo condições para que no final dos turnos possam fazer viagens longas para as suas residências.

Como também, para aqueles profissionais que entendam não regressar ao domicílio por uma questão profilática em relação aos respetivos agregados familiares.

coronavirus

 

Os autarcas do Médio Tejo estão empenhados em encontrar todos os mecanismos que possam mitigar esta pandemia do COVID-19 Coronavírus, que está a assolar o país.

Neste sentido, e de modo a avaliarem a situação, foi aprovada hoje a realização de uma segunda reunião extraordinária do conselho intermunicipal, por vídeo conferência, na próxima terça-feira, dia 24 de março.

Os autarcas apelam para que todos os cidadãos cumpram todas as recomendações da Direção-Geral de Saúde sobre o novo coronavírus, apelando a que seja mantida a serenidade neste momento difícil que o país atravessa.