Vila de Rei

PEDIME: CIM do Médio Tejo premeia alunos com a realização de um Campo Jovem

PHOTO-2019-10-04-14-58-29

Nos dias 26 e 27 de setembro, cerca de 80 alunos do 7º ano de escolaridade dos Agrupamentos de Escolas Verde Horizonte (Mação), Conde de Ourém (Ourém) e Gil Paes (Torres Novas) realizaram atividades no Campo Jovem (Quinta Ganados, em Tomar).

A ação surgiu integrada na medida 2.50 – Bolsa para concursos escolares e outras iniciativas de promoção do conhecimento e do saber – pertencente ao Eixo 2 - Medidas de intervenção precoce, redução do abandono escolar e promoção do sucesso educativo – do (PEDIME) Plano Estratégico de Desenvolvimento Intermunicipal da Educação no Médio Tejo.

Hélder Marques, membro do grupo de trabalho da Educação na CIM do Médio Tejo, explicou que, “através do PEDIME, tem sido possível a promoção de um vasto e diversificado conjunto de medidas promotoras do sucesso escolar”.

Neste sentido, a CIM do Médio Tejo desencadeou no último ano letivo o concurso Escola CCC Médio Tejo (Conhecimento, Competência e Cidadania). Tratou-se de uma iniciativa que visou premiar o mérito de Comunidades Escolares do Médio Tejo que promovem o exercício de uma cidadania esclarecida, interveniente e empreendedora, assente no conhecimento e na mobilização competente do saber em ação. A CIM do Médio Tejo pretendeu assim promover a partilha de práticas e experiências sobre os valores da cidadania, da igualdade de género, entre outros.

Ao longo do último ano letivo, a CIM do Médio Tejo mobilizou professores e alunos a assumirem uma postura crítica e construtiva, envolvendo-se na melhoria de situações concretas.

Algumas escolas participaram no concurso, tendo sido premiados os alunos dos Agrupamentos de Escolas Verde Horizonte (Mação), Conde de Ourém (Ourém) e Gil Paes (Torres Novas). Os vencedores do concurso foram premiados com a realização de atividades durante dois dias no Campo Jovem, em concreto na Quinta Ganados, em Tomar.

Hélder Marques explicou que a escolha recaiu na “Quinta Ganados por ser no Médio Tejo e por ter infraestruturas que são uma mais valia para o desenvolvimento de competências sociais no perfil de competências do aluno à saída da escolaridade obrigatória. Mais do que uma visita, queríamos atividades lúdicas que estimulassem o relacionamento interpessoal, baseado na partilha, na cooperação e no trabalho de equipa, promovendo igualmente a empatia e o sentido de responsabilidade. Cremos que o plano de atividades delineado para os dois dias deu resposta aos nossos objetivos”.

Salientou o responsável que “as atividades que os alunos concretizam fora das aulas, regra geral no modelo de visita de estudo, visam sobretudo sistematizar ou estimular aprendizagens curriculares. O desenvolvimento de competências sociais, relacionadas com a interação, com espírito de equipa em atividades fora da escola e do âmbito curricular, são uma oportunidade para o desenvolvimento pessoal e social de cada aluno”.

PHOTO-2019-10-04-14-58-45

Já no local, João Costa, coordenador do Campo, afirmou que um Campo Jovem “não implica somente diversão. No fundo, também há aquele fator de passar um dia fora de casa, que para muitos dos jovens é a primeira vez e isso dá-lhes responsabilidade e permite-lhes desenvolver outras competências”.

Durante os dois dias, os cerca de 80 alunos experimentaram vários jogos lúdicos e diversas atividades desportivas, como slide, escalada, tiro com arco, canoagem, corda tropa, entre outros.

“Correu muito bem”, evidenciou João Costa, em jeito de balanço, tendo acrescentado que a equipa de oito monitores estava “com alguma expetativa porque iriam juntar alunos de três escolas num só grupo, mas aquilo que temos presenciado é que está a correr muito bem”. Foi um momento para “criar laços, estarem todos juntos no mesmo espaço e darem-se bem”.

Por último, João Costa deixou o desafio à CIM do Médio Tejo para que continue com este tipo de iniciativas no âmbito do PEDIME, pois referiu serem “uma mais valia para estes jovens, que tanto se dedicam para alcançar bons resultados escolares”, finalizou.

Recorde-se que o Eixo 2 do PEDIME - Medidas de intervenção precoce, redução do abandono escolar e promoção do sucesso educativo – tem como objetivo promover a diminuição da retenção e do insucesso escolar e gerar um retorno assinalável a médio prazo e aumentar a escolarização média da região.

O PEDIME é uma iniciativa da CIM do Médio Tejo em articulação com os 13 municípios e 18 Agrupamentos de Escolas e está implementado na área de abrangência da CIM do Médio Tejo.

O PEDIME é um projeto cofinanciado pela União Europeia, Portugal 2020 e Programa Operacional do Centro 2020, através do Fundo Social Europeu.

PHOTO-2019-10-04-14-58-52

Fotos CIM do Médio Tejo 

 

 

 

Eventos

logo-Turismo

Logo-SIG

Logo-CC

Logo-TP