Ferreira do Zêzere

Maria II

pedime artigo

 

icon-AI-areasÁREA DE INTERVENÇÃO

Violência Doméstica e Igualdade do Género

icon-AI-projPROJETO

Projeto Maria II – Estratégia Integrada de Intervenção para a Área da Violência Doméstica e de Género no Médio Tejo

icon-AI-enquadENQUADRAMENTO

O projeto Maria II tem como principal objetivo dar continuidade à intervenção iniciada no âmbito do projeto Maria – estratégia integrada de intervenção para a área da violência doméstica e de género no Médio Tejo – POISE-03-4437-FSE-000119 –, consolidando as respostas das estruturas municipais de apoio e atendimento a vítimas de violência doméstica e das redes locais de resposta integrada à problemática da violência doméstica na região do Médio Tejo.

Com esta intervenção, pretende-se também informar e sensibilizar para a temática da violência doméstica docentes e estudantes e a população idosa. Estes objetivos são então agora traçados pois a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e os seus 13 municípios associados sentem neste momento a necessidade de dinamizar as respostas que foram criadas no âmbito do primeiro projeto Maria.

Neste momento, há uma necessidade alavancar toda a estrutura criada e definida para que se possa consubstanciar numa resposta efetiva às situações de violência doméstica e de género que existem/surjam na região.

icon-AI-acoesOBJETIVOS GLOBAIS & ESPECÍFICOS

Pretende-se concretizar os seguintes objetivos:

- Consolidar as respostas municipais e intermunicipais à problemática da violência doméstica e de género existentes na região do Médio Tejo;

- Combater o fenómeno da violência doméstica e de género na região do Médio Tejo;

- Aumentar o número de casos reportados de violência doméstica e de género na região do Médio Tejo;

- Sensibilizar e informar docentes, estudantes e idosos/as da região do Médio Tejo para as questões da violência doméstica e de género;

icon-AI-acoesAÇÕES

Dinamização das Estruturas de Apoio e Atendimento:

No âmbito do atendimento, acompanhamento e apoio especializados – nas dimensões social, psicológica e jurídica – a vítimas de violência doméstica e/ou violência de género, designadamente a organização dos processos de intervenção no terreno e o apoio individual ou em grupo, pretende-se:

a) Consolidar nos 13 municípios do Médio Tejo o funcionamento das estruturas de apoio e atendimento a vítimas de violência doméstica;

b) Formar as equipas multidisciplinares dos municípios através da supervisão;

c) Atender e apoiar um total de 540 vítimas de violência doméstica;

d) Encaminhar 180 vítimas atendidas nas estruturas para alguma resposta específica das entidades.

O projeto contempla também dinâmicas participativas, a apresentação e discussão de resultados e práticas, através da realização de seminários temáticos e de ações de sensibilização, tudo centrado na temática da violência doméstica e de género.

O Maria II prevê ainda a produção e divulgação de materiais formativos, informativos e pedagógicos.

icon-AI-munCONCELHOS ABRANGIDOS

Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.

icon-AI-timeDURAÇÃO

De 02 de dezembro de 2019 a 30 de novembro de 2022

icon-AI-docDOCUMENTAÇÃO

Ficha de Projeto

icon-AI-finFINANCIAMENTO

Fundo Social Europeu

pedime artigo

icon-AI-areasÁREA DE INTERVENÇÃO

SOCIAL

icon-AI-projPROJETO

Plano Intermunicipal de Desenvolvimento Social Integrado do Médio Tejo

icon-AI-enquadENQUADRAMENTO

A área Social constitui-se como uma área de intervenção estratégica e de grande importância para a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo. Esta área pretende contribuir para dar resposta aos desafios que se colocam a uma região com uma população cada vez mais envelhecida, afetada pelo despovoamento, pelo desemprego e por diversas problemáticas sociais.

Neste sentido, o Plano Intermunicipal de Desenvolvimento Social Integrado do Médio Tejo (MT-PIDSI) pretende trilhar o caminho na resolução ou na minimização destas problemáticas.

O plano está centrado nas áreas sociais, tendo como uma das componentes fundamentais o Desenvolvimento Sustentável, assumindo como um dos principais objetivos a promoção do bem-estar, a felicidade e a qualidade de vida da comunidade em geral do Médio Tejo.

icon-AI-objOBJETIVOS GLOBAIS & ESPECÍFICOS

O Plano Intermunicipal para o Desenvolvimento Social Integrado do Médio Tejo, apresenta como objetivos gerais:

- Viabilizar ações e infraestruturas, que, a nível local, não sejam exequíveis;

- Aumentar a eficácia e a coerência de medidas de base local, pela sua aplicação articulada, simultânea e convergente;

- Melhorar a eficiência das ações de base local, pela partilha de recursos entre municípios;

- Reforçar a sustentabilidade dessas medidas e ações, pela continuidade que lhes pode garantir a sua concertação territorial.

Como objetivos específicos:

- Reforçar as respostas locais, proporcionando-lhes mais eficácia, mais eficiência, mais coerência e mais sustentabilidade, através da criação de sinergias e das aprendizagens conjuntas e ainda da aquisição de escala, nalgumas respostas sociais;

- Promover a Coesão Social e o Desenvolvimento Sustentável e Social nos treze concelhos do Médio Tejo;

- Estimular dinâmicas de Desenvolvimento Local, importantes para os treze concelhos e para a sua articulação, em termos do Médio Tejo;

- Ensaiar estratégias de Governança Local e Intermunicipal Partilhada, como experiências de Parceria-Providência, a nível local, para o século XXI;

- Maximizar o aproveitamento das candidaturas aos Fundos Comunitários.

icon-AI-acoesAÇÕES

O Plano apresenta um conjunto de 107 medidas de intervenção, que no essencial incidem sobre as seguintes vertentes:

- Despovoamento

- Envelhecimento da população

- Desemprego

- Migrações pendulares e deslocações entre concelhos do Médio Tejo

- Habitação e Habitação Social

- Insucesso escolar

- Acesso em geral à Saúde

- Respostas no quadro da Saúde Mental

- Violência doméstica e negligência familiar

- Refugiados, imigrantes e minorias étnicas

- Cidadania e Participação

Prevendo-se as seguintes ações:

- Criação de uma Rede de Economia Social e Solidária do Médio Tejo;

- Criação de uma Plataforma Intermunicipal de Empresas para a Responsabilidade Social Corporativa;

- Ações de formação e de capacitação conjuntas, etc.

icon-AI-munCONCELHOS ABRANGIDOS

Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha.

icon-AI-docDOCUMENTAÇÃO

N/A

icon-AI-finFINANCIAMENTO

Centro 2020 / Portugal 2020/ União Europeia

Notícias

Prev Next

CIM do Médio Tejo assina protocolo de Cooperação com a Câmara de Comércio de Pequenas e Médias Empresas Portugal-China

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e a Câmara de Comércio de Pequenas e Médias Empresas Portugal-China vão proceder à assinatura de um protocolo de cooperação entre as entidades que terá lugar no próximo...

22-01-2021

Rede de serviços mínimos de transportes em vigor a partir desta sexta-feira

Está em funcionamento, no Médio Tejo, uma rede de serviços mínimos de transporte público, em virtude do anunciado encerramento das escolas e do confinamento geral obrigatório. Com o termino das aulas, a rede...

21-01-2021

Equipa da CIM do Médio Tejo encontra-se em teletrabalho

De modo a dar cumprimento às orientações do Governo, a equipa da CIM do Médio Tejo encontra-se em teletrabalho. Deste modo, apenas às terças e quintas-feiras a CIM terá durante todo...

15-01-2021

CIM do Médio Tejo dá a conhecer conclusões do estudo para a Valorização do Ensino Profissional e Estratégia Educativa

No âmbito do trabalho realizado sobre o “sucesso educativo no Médio Tejo: valorização do ensino profissional e estratégia educativa”, foram apresentados aos Municípios e às Escolas do Médio Tejo os...

11-01-2021

CIM do Médio Tejo inicia formação gratuita |Técnico (a) de Apoio à vítima

O dia 6 de janeiro marcou o arranque da “Formação de agentes qualificados/as que atuem no domínio da Violência Doméstica e/ou da prevenção da vitimização ou revitimização desta – Técnicos...

08-01-2021

CIM do Médio Tejo inicia trabalho de cooperação com Câmara de Comércio de Pequenas e Médias Empresas Portugal-China

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo e a Câmara de Comércio de Pequenas e Médias Empresas Portugal-China vão proceder à assinatura de um protocolo de cooperação entre as entidades que terá lugar no próximo...

07-01-2021

Aberto concurso público para a Concessão do Serviço Público de Transporte de Passageiros do Médio Tejo

Já foi publicado em Diário da República, no passado dia 24 de dezembro, o concurso público para a Concessão do Serviço Público de Transporte de Passageiros do Médio Tejo.

04-01-2021

CIM do Médio Tejo avança com projeto de sinalética dos Caminhos de Fátima

Fátima é uma das principais atrações turísticas do Médio Tejo. Muitos partem até ao Santuário movidos pela sua fé e religiosidade, mas também para conhecer um espaço que é dos...

29-12-2020

Médio Tejo: Redução tarifária nos transportes públicos continua em 2021

Em 2021, a Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo vai continuar a atribuir um desconto de 40% nas assinaturas mensais dos serviços de transporte público da região. Este desconto, no âmbito do Programa...

28-12-2020

logo-Turismo

Logo-SIG

Logo-CC

Logo-TP