Fundos Comunitários

O financiamento disponibilizado pela União Europeia para a redução das assimetrias regionais e o estímulo da sustentabilidade económica dos seus territórios exige um trabalho rigoroso no sentido de garantir a aplicação inteligente dos fundos recebidos. Uma tarefa desafiante desempenhada por esta comunidade intermunicipal nas intervenções efetuadas no Médio Tejo, a nível municipal e intermunicipal, através do apoio especializado aos municípios associados e o planeamento estratégico regional.

As ações realizadas neste âmbito encontram-se alinhadas com as orientações europeias e englobam a gestão técnica, administrativa e financeira de candidaturas aos quadros de apoio comunitário, o acompanhamento da execução dos projetos cofinanciados e a definição de estratégias de desenvolvimento territorial em articulação com os principais agentes sociais e económicos da região.


Projetos em desenvolvimento

Apoio na Contratualização do QREN

icon-AI-areasÁREA DE INTERVENÇÃO

Fundos Comunitários

icon-AI-projPROJETO

Apoio na Contratualização do QREN - Quadro de Referência Estratégico Nacional

icon-AI-enquadENQUADRAMENTO

O projeto visa o desenvolvimento de projetos estruturantes para a Região do Médio Tejo com base no Contrato de Delegação de Competências com Subvenção Global, celebrado entre as Comunidades Intermunicipais do Médio Tejo e Pinhal Interior Sul e a Autoridade de Gestão do Programa Operacional Regional do Centro (Mais Centro).

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo detém a competência da gestão e acompanhamento de candidaturas municipais e intermunicipais ao quadro comunitário, dentro de um valor de comparticipação FEDER devidamente estipulado.

icon-AI-acoesAÇÕES

Gestão técnica, administrativa e financeira de candidaturas

Apoio especializado na verificação documental e física de candidaturas, no aferimento da conformidade dos pedidos de pagamento apresentados pelos beneficiários das candidaturas aprovadas e com contrato de financiamento assinado, assim como na atribuição de mérito às operações apresentadas.

Acompanhamento da execução de projetos

Elaboração de pontos de situação ao nível da execução e acompanhamento dos projetos com comparticipação FEDER e pareceres de enquadramento das candidaturas apresentadas no Plano Territorial de Desenvolvimento do Médio Tejo e Pinhal Interior Sul (Plano Estratégico da Região do Médio para o quadro comunitário em questão);

Preparação e organização dos processos relativos a cada projeto de acordo com as normas usuais estabelecidas e com as adaptações e especificidades próprias das tipologias objeto do contrato;

Apoio ao Programa Operacional Regional do Centro (Mais Centro) na preparação dos relatórios de execução.

Contactos e reuniões

Estabelecimento de relações com os diversos Secretariados Técnicos do Programa Operacional Regional do Centro (Mais Centro) e os diversos promotores candidatados ou aprovados às diversas tipologias contratualizadas;

Preparação de reuniões no âmbito do Contrato de Delegação de Competências com Subvenção Global.

icon-AI-munCONCELHOS ABRANGIDOS

Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha

icon-AI-timeDURAÇÃO

2008 - 2015

icon-AI-docDOCUMENTAÇÃO

n/a

icon-AI-finFINANCIAMENTO

FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (85%)

Estratégia 2020 - Plano Estratégico do Médio Tejo

icon-AI-areasÁREA DE INTERVENÇÃO

Fundos Comunitários

icon-AI-projPROJETO

Estratégia 2020 – Plano Estratégico do Médio Tejo 2014-2020

icon-AI-enquadENQUADRAMENTO

O projeto surge no âmbito do quadro de apoio comunitário para o período de referência 2014-2020 e consiste na definição de uma Estratégia de Desenvolvimento para a Região do Médio Tejo, consubstanciada num Plano de Desenvolvimento Estratégico, em linha com a Política de Coesão definida pela União Europeia para 2014-2020 e a Estratégia Europa 2020, que aponta o crescimento inteligente, sustentável e inclusivo enquanto elementos essenciais para a evolução territorial.

As linhas orientadoras englobam a articulação de esforços com diversos atores chave, locais e regionais, para o desenvolvimento de abordagens participativas que respondam aos desafios territoriais e fundamentem estratégias de desenvolvimento local e regional, integradas e multissectoriais, que direcionem a região para a sua comunidade.

icon-AI-objOBJETIVOS GLOBAIS & ESPECÍFICOS

Mobilização de atores chave (locais e regionais)

Envolver empresas, agências de desenvolvimento regional, centros de emprego, associações empresariais e comerciais, instituições de ensino profissional e superior, entre outros, numa reflexão estratégica sobre as soluções mais adequadas ao Médio Tejo;

Estimular a participação e todos os atores na conceção e realização de iniciativas no âmbito do desenvolvimento e crescimento económico, qualificação das pessoas, competitividade, coesão e sustentabilidade da região.

icon-AI-acoesAÇÕES

Estratégia de Desenvolvimento para a Região do Médio Tejo

Plano de ação estratégico desenvolvido para o território de intervenção, que considera e concretiza as orientações europeias de política regional na vigência do quadro de apoio comunitário (2014-2020).

icon-AI-munCONCELHOS ABRANGIDOS

Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha

icon-AI-timeDURAÇÃO

2013 - 2014

icon-AI-docDOCUMENTAÇÃO

n/a

icon-AI-finFINANCIAMENTO

FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

Regeneração e Reabilitação Urbana

icon-AI-areasÁREA DE INTERVENÇÃO

Fundos Comunitários

icon-AI-projPROJETO

Regeneração e Reabilitação Urbana do Médio Tejo

icon-AI-enquadENQUADRAMENTO

O projeto surge integrado na iniciativa comunitária JESSICA (Joint European Support for Sustainable Investment in City Areas), um instrumento financeiro que disponibiliza verbas de fundos estruturais da União Europeia (FEDER) e do Estado Português, para a criação de Fundos de Desenvolvimento Urbano. Ao Banco Europeu de Investimento compete gerir a implementação do Fundo de Participações JESSICA nos territórios, respondendo perante um comité de investimento, integrado pelo Programa Operacional Regional do Centro (Mais Centro).

A primeira fase deste processo de apoio a operações sustentáveis de regeneração e reabilitação urbana, realizadas em regime de parceria por organismos públicos nacionais e instituições privadas, engloba a elaboração de um estudo que permita equacionar as oportunidades existentes nos municípios associados e avaliar a constituição de um Fundo Imobiliário para a região.

icon-AI-acoesAÇÕES

Estudo sobre instrumentos de política pública

Identificação das oportunidades de mobilização de programas, ações e atividades por parte dos municípios no domínio da regeneração e reabilitação urbana e análise da viabilidade da constituição de um Fundo Imobiliário dinamizado pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo.

Fundo Imobiliário do Médio Tejo

Instrumento financeiro que aplica recursos comunitários e nacionais em projetos enquadrados num programa de desenvolvimento urbano integrado, envolvendo os centros históricos de vilas e cidades do Médio Tejo.

icon-AI-munCONCELHOS ABRANGIDOS

Abrantes, Alcanena, Constância, Entroncamento, Mação, Ourém, Sardoal, Sertã, Tomar, Torres Novas, Vila de Rei e Vila Nova da Barquinha

icon-AI-timeDURAÇÃO

2012 - 2014

icon-AI-docDOCUMENTAÇÃO

n/a

icon-AI-finFINANCIAMENTO

FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

 

Notícias

Prev Next

CIM do Médio Tejo promoveu estância de Wakeboard em Düsseldorf

A CIM do Médio Tejo e a Wakeboard Portugal promoveram entre 21 a 29 de janeiro a estância de Wakeboard instalada na região do Médio Tejo nas cinco praias fluviais...

01-02-2017

Posição pública a favor da reabertura da Base Aérea Nº3

Os autarcas da CIM do Médio Tejo tomaram uma posição, por unanimidade, a favor da Reabertura da Base Aérea de Tancos na última reunião do Conselho Intermunicipal, 20 de janeiro.

24-01-2017

Mensagem de Natal da Presidente da CIMT

Mensagem de Natal da Presidente da CIM do Médio Tejo, Maria do Céu Albuquerque

22-12-2016

3.ª Reunião do CEDI

  Teve ontem lugar na sede da CIM do Médio Tejo a 3.ª reunião do CEDI – Conselho Estratégico para o Desenvolvimento Intermunicipal. A reunião contou com a presença da grande maioria...

16-12-2016

Deliberações - 2.ª reunião da Assembleia da CIM do Médio Tejo/2016

Deliberações da 2.ª reunião ordinária da Assembleia Intermunicipal da CIM do Médio Tejo. Teve lugar ontem, dia 28 de novembro, na sede da CIM do Médio Tejo, a 2.ª Reunião Ordinária...

29-11-2016

Central de Compras da CIM do Médio Tejo

A Central de Compras foi criada pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo em 2011 e integra uma das suas 13 áreas de intervenção, as “Compras Públicas”. O projeto resultou na...

24-11-2016

2.ª reunião da Assembleia Intermunicipal da CIM do Médio Tejo de 2016

Tem lugar no próximo dia 28 de novembro, pelas 21h00, no auditório da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, em Tomar, a 2.ª Reunião da Assembleia Intermunicipal da CIM do Médio...

23-11-2016

Autarcas do Médio Tejo recebidos no CHMT

Reforço do Quadro Médico, Expansão da atividade e Renovação de equipamento foram os três eixos apresentados por Carlos Andrade, presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo...

16-11-2016

Promoção do Sucesso Escolar no Médio Tejo

É já no dia 21 de novembro/2016 que arranca o projeto “Promoção do Sucesso Escolar do Médio Tejo – Correção da Acuidade Visual e Auditiva no Pré- Escolar”. Este projeto...

16-11-2016

Eventos

Est-2020

sig

em rede

central-compras

transporte-a-pedido